Em meio ao choro assustado do vir à luz
cheguei menina... Menina Thais,
adentrando nesta Mágica Ciranda,
Ciranda da vida!..

No aconchego do peito materno
acalmei meus soluços, suguei o néctar da vida.
Na segurança dos braços paternos
adormeci tranquila.
O susto passou!..

Cresci menina sapeca,
vida simples, sem medos,
feliz, mil sonhos vivi!..

Nesta ciranda da vida
nas abençoadas oportunidades e dificuldades
muito aprendi, e, sob o bondoso olhar do Senhor
de Quem meus Pais ensinaram a Fé,
já menina moça segui!..

A ciranda da vida
nem sempre favorece às rimas
mas, em versos brancos, poetei meu estar aqui
nas poesias do primeiro amor, enlace, filhos amados,
união familiar, obstáculos do dia a dia
vencidos com coragem e perseverança,
sob o olhar do Senhor!..


Hoje, aqui estou, e,nesta Magnífica Ciranda ,
vou colhendo entre tempestades e bonanças
os frutos que plantei:
- Filhos benditos, netos bem-vindos,
trabalho garantindo o pão,
coragem e fé,
fortalecendo a caminhada, nesta Ciranda
em versos outonais, que já deixam nevar os cabelos
mas fortalecem a perseverança,
no recomeçar de cada dia!..

Na ciranda da vida
com ou sem rimas, poeto com alegria
a bênção de um novo dia!..

Thais S Francisco
"beijaflor"




::: Menu ::: Voltar :::


::: Recomende esta Página :::


Direitos Autorais reservados à autora
Respeite os autores e suas obras, matenha a autoria.

 

Crédito de Imagem: Tag Marie (recebida em troca de imagens)


CrysGráficos&Design
Webmaster e Designer:Crys